IFonline: a importância de criar rotinas

Um dos segredos do IF tem a ver com a criação de rotinas. Ou seja, queremos que tudo o que planificámos se vá sucedendo, dia após dia, semana após semana. Num sistema que parece complicado mas que em que cada peça se encaixa e tem razão de existir. Tratamos os alunos como pessoas, não como máquinas. E tentamos que sejam autónomos e responsáveis, logo a partir do Ifinho. Mas na nossa vida (e também na deles) nem sempre brilha o sol: há dias com chuva, há segundas-feiras, há manhãs em que é difícil acordar, há problemas que nos absorvem a concentração, há dias em que não apetece. Nessas alturas desejamos apenas entrar no autocarro e esperar que alguém nos conduza. Nessas alturas damos graças por haver rotinas.  Quando os nossos alunos seguem as rotinas que lhes propomos, ficamos contentes, pois a máquina está em marcha. Pelo menos todos vão andando, independentemente dos humores do momento. Nós próprios criamos “teias” que envolvem os alunos e que servem para os motivar indirectamente. Muitas vezes uma tarefa tem uma importância por trás, com uma finalidade que os alunos desconhecem. Mas servem para nos conduzir até eles, para os podermos motivar, responsabilizar, ajudar.

O IFonline ainda não fez um mês e já anda sobre rodas, parece que sempre existiu. Com aulas gravadas de maneira a que os alunos se identifiquem com o nosso método (imaginam o que é uma aula demorar 12 horas a fazer: gravação/montagem técnica/publicação?), com meetings muito participados, com a competência mas também com os tiques dos nossos professores, e com tudo o resto: os sumários, os trabalhos extra aulas, o vocabulary book, a nossa plataforma, os tests, a disciplina, a verificação, os contactos, etc. Até já estamos a organizar uma IFonline party, porque lá para a frente vai haver a necessidade de descomprimir um pouco.

Sim, o IFonline está em movimento. E nós estamos a sentir que a batalha está a ser ganha (enquanto o stress do enorme cansaço vai sendo libertado). Escolhemos, como sempre, a via mais difícil. Mas estamos felizes porque em geral tudo está a funcionar muito bem. Muito graças ao bom funcionamento das suas rotinas.

______________

(Dia 18 mandamos aos pais um ponto da situação)